A Escolha e a Contratação de um Palestrante para o seu Evento

June 13, 2017

Circuito Networking I Déborah Alquimim

Quer organizar um curso, um seminário, um workshop, um treinamento ou até uma palestra? Vamos ajudar você a escolher o palestrante que melhor se encaixa ao seu evento.

QUAIS SÃO AS CARACTERÍSTICAS ESSENCIAIS  PARA ACERTAR NA CONTRATAÇÃO DE UM PALESTRANTE. 
 

Apesar de ser palestrante e ter uma carreira nesta atividade, muitas empresas me pedem indicações e me falam das dúvidas na hora contratação de Palestrantes. Pensando nisso, fiz um pequeno levantamento sobre quais são essas dúvidas e resolvi compartilhar com vocês a minha percepção, para se possível, ajudar na sua próxima escolha. Até porque dependendo da escolha errada de um palestrante, pode ser o fim do seu evento. Não é o hotel e o coffee break que os participantes irão se lembrar, é também, mas principalmente do bom ou mal palestrante, que será a diferença entre um evento bem ou mal sucedido.

São inúmeros casos de arrependimento por ter contratado palestrante A, B ou C, casos onde a narrativa pode deixar nossa classe palestrante na mesma vala, de pessoas aventureiras, de teóricos, de arrogantes, de metidos, de piadistas, de copiões, de chutadores, de contadores de lorota, de inexperientes, ou outros de adjetivos muito piores. Mas de quem é a culpa? De quem indica e de quem contrata, claro, porque maus profissionais existem em todas as profissões.

 

 

Agora vamos ao que interessa! Conte com o Portal ME2 e o Circuito Networking para ajudá-lo a cuidar de todos os detalhes desse evento! Vamos lá?

 

COMO CONTRATAR UM PALESTRANTE

 

 

O palestrante é quem tem como objetivo provocar reflexões sobre assuntos diversos, informar, cativar, gerar discussões e a possibilidade de mudanças no comportamento da rotina pessoal ou profissional de quem estiver assistindo-o. A satisfação do participante em relação a esse palestrante que definirá grande parte do sucesso do evento. Por isso, esse profissional precisa ter a habilidade de transformar a temática em algo envolvente e de fácil compreensão para qualquer espectador. Ao escolhê-lo, é preciso levar em consideração se o seu conteúdo vai trazer insights e inputs necessários que façam sentido na vida das pessoas que vão estar em seu evento.

 

Vamos lá! Juntos, decidiremos qual o estilo de orador que você vai escolher. Faça uma lista que defina quais os palestrantes que se encaixam ao perfil e ao propósito de sua empresa e os separe em três categorias: apresentação técnica, de comportamento e motivacional. Para isso, separamos algumas características básicas que vão te ajudar a escolher os profissionais para cada área dessa lista.

 

 

AS CARACTERÍSTICAS BÁSICAS DE UM BOM PALESTRANTE:
 
  • Apresentar-se bem, despertando a atenção do público.

  • Apresentar coesão nos pensamentos.

  • Dominar o assunto sobre o qual será falado.

  • Gostar de falar em público e, consequentemente, ter uma boa oratória.

  • Ter habilidades, competências empreendedoras e um propósito.

  • Apresentar diferenciais perante outros profissionais do setor: podem ser renomados conferencistas nacionais ou internacionais, profissionais especializados em motivação, vendas, enriquecimento, economia, planejamento financeiro, comunicação, atendimento e relacionamento com clientes, resultados sustentáveis, metas, inovação, entre muitos outros assuntos.

  • E o mais importante de todos saber usar a arte de contar historias, como a técnica do Storytelling, onde o palestrante usa a capacidade de contar histórias de maneira relevante com recursos audiovisuais que são utilizados juntamente com as palavras para chamar atenção da plateia.

Agora que você já levantou a lista dos oradores que dominam essas habilidades, escolha os melhores para combinar com o evento que será realizado. Um bate-papo com a equipe de líderes ou uma pesquisa com os colaboradores facilita essa escolha e ganha mais assertividade na hora de se enquadrar ao tema e aos objetivos do evento.

 

O EVENTO

 

 

“De certo que a sua lista de profissionais já tenha sido pensada de acordo com evento”, já que o palestrante tem que combinar com o assunto, seja ele: Comunicação, Gestão de pessoas, Gestão financeira, Motivação, Negócios, Mercado Nacional, Saúde, Educação, Economia, Política, Igualdade Social etc. “Mas agora é a hora de avaliar o que mais o seu público precisa e espera” para que o evento aconteça de forma satisfatória. Qual a média de idade do público-alvo, sua formação, expectativas e desejos? Lembre-se: o evento deve combinar com esse perfil e atender às necessidades apresentadas.

 

 

PLANEJAMENTO DO EVENTO

 

  •  Será mesmo uma palestra? Se não, qual o estilo mais agradaria o público e traria mais aprendizado sobre o tema? 

  • O local já foi escolhido?

  • Qual a duração do evento?

  • Quais as expectativas da empresa e do público? E quais os resultados finais esperados?

  • Terá algum tipo de sponsor?

  • Quais as formas de venda do ingresso e pagamento?

  • Quanto custará o evento?

  • Quem cuidará dos bastidores e o que será oferecido?
    Haverá coffee break, almoço, lanche, jantar ou um coquetel?

  • Está tudo certo com a estrutura? Verifique iluminação, palco, som, equipamentos como projetor e passador de slides, microfones, água e banheiros (para os participantes e convidados).

  • E a programação? Já foi impresso um material para entregar na entrada com o programa prévio do evento e a agenda de atividades?

  • Vai existir um material promocional? Canetas, blocos de anotação e pastas são essenciais: divulgam a marca do evento e servem de apoio para os participantes anotarem alguma informação relevante.

  • E não se esqueça de pegar cartões do participantes para criar uma lista de contatos segmentada para os próximos eventos e promover um networking pós palestra para que as pessoas se conectem e troquem a experiência recebida com o palestrante e entre si.

  • Outra dica é fazer um formulário de pós evento para saber qual foi o termômetro do público em relação ao tema e palestrante. Isto ajuda na continuidade de melhoria do processo de contratação.

Palestrante decidido! Tudo planejado! Verifique a parte burocrática como o contrato de prestação de serviço do palestrante e bom evento!

 

Mais dicas? Continue ligado aqui e acessando o nosso conteúdo. Deixe seu comentário sobre esse tema e conte pra gente sobre o que mais você quer saber.

 

Agradecemos pelo conteúdo cedido pelo CEO Robson Menezes do Portal ME2 parceiro do Circuito Networking.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Please reload

Destaque do mês

Habilidades Comportamentais - Influenciar na era Digital.

August 5, 2019

1/1
Please reload

Posts
Please reload

Compartilhe
  • Facebook Classic
  • Twitter Classic